terça-feira, 25/junho/2024
CuriosidadesCuriosidade: O Dia da Pendura

Curiosidade: O Dia da Pendura

A comemoração do Dia do Advogado é uma tradição que remonta ao Primeiro Império no Brasil (1822-1831).
Dom Pedro I, que havia proclamado a Independência do Brasil anos antes, queria que o novo País tivesse suas próprias leis.

Em 1824 é redigida a primeira Constituição brasileira. Mas não bastavam leis sem alguém que as executasse. Pensando nisso, o Imperador criou, no dia 11 de agosto de 1827, os dois primeiros cursos de Direito no país. Um foi inaugurado em Olinda, no Mosteiro de São Bento, e outro em São Paulo.

 

Dia da Pendura

Não se sabe a data exata de nascimento dessa prática.
O respeito pela nova profissão era tão grande que comerciantes e donos de restaurante faziam questão de bancar a conta dos estudantes de Direito nesta data. Assim, nascia outra tradição: o Dia da Pendura.

A cada ano, os futuros advogados enchiam bares e restaurantes para comemorar o seu dia. Deixando os comerciantes mais felizes e mais pobres.

pendura

Com o tempo, a tradição foi perdendo força, justamente pelo número cada vez maior de estudantes “comendo e bebendo de graça”. Mas a data permaneceu e ainda hoje há quem tente “sair de fininho” alegando o dia da pendura.

 

 

 

O discurso da Pendura:

“Garçom tire a conta da mesa
E ponha um sorriso no rosto
Seria muita avareza
Cobrar do 11 de Agosto”

 

O Dia da Pendura, é uma tradição pra lá de polêmica.
E você? Qual a sua opinião a respeito?
Você já participou desta tradição do Dia da Pendura?
Se já, conta para gente como foi essa experiência?

Perfil editorial do Megajurídico, criador e editor de conteúdo.

Receba artigos e notícias do Megajurídico no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/megajuridico.
spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Não acho que uma tradição assim deva ser mantida, pois não me parece justo que os comerciantes sejam obrigados a bancar o prejuízo por algo que eles não concordam. Ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer coisa alguma, a não ser em virtude de lei…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do(a) autor(a)

Most Read

Seja colunista

Faça parte do time seleto de especialistas que escrevem sobre o direito no Megajuridico®.

Últimas

- Publicidade -