Copa do mundo e liberdade de expressão

copa
Imagem que está sendo espalhada nas redes sociais

 

Olá meus queridos e queridas detentores de notável saber jurídico e reputação ilibada! No papo de hoje vamos conversar mais a respeito dessas manifestações que aos poucos estão tomando todo o País por conta da copa do mundo que aqui será realizada dentro de alguns meses.

Com certeza você que acompanha jornais, revistas e noticiários de TV já está por dentro das manifestações contra a copa com slogans como: “Não vai ter copa”, “Quero hospital padrão Fifa”, “Quero escolas padrão fifa” etc. Os manifestantes, assim como quem os apoiam, estão extremamente descontentes com a opção do governo em ter escolhido gastar bilhões de reais na copa ao invés de investir esse dinheiro em saúde, educação e transporte (esse último receberá investimentos nos locais da copa para facilitar o rápido acesso dos turistas).

Até ai tudo bem. Qualquer brasileiro que conhece o Brasil de verdade sabe que esse dinheiro seria um ótimo investimento que evitaria casos como mortes em filas infinitas dos hospitais, escolas públicas caindo aos pedaços, professores descontentes com a péssima remuneração, transporte público horrível e sempre abarrotado de gente dentro de um ônibus, policiais e demais servidores desmotivados pelo péssimo pagamento que recebem, população que se tranca em casa com medo dos altos índices de violência entre outros motivos que simplesmente geraram indignação por parte de uma parcela dos brasileiros. Sim, uma parcela! Nem todos estão putos com a copa! Tem gente que vai pagar rios de dinheiro (quase R$ 2.000,00) pra ver o Brasil jogar simplesmente por gostar e admirar o esporte.

 

Categorias dos ingressos
Categoria 1 Categoria 2 Categoria 3 Categoria 4
PÚBLICO DOMÉSTICO
Partida de abertura R$ 990 R$ 660 R$ 440 R$ 160
Fases de grupo R$ 350 R$ 270 R$ 180 R$ 60
Oitavas de Final R$ 440 R$ 330 R$ 220 R$ 110
Quartas de final R$ 660 R$ 440 R$ 330 R$ 170
Semifinais R$ 1.320 R$ 880 R$ 550 R$ 220
Decisão do terceiro lugar R$ 660 R$ 440 R$ 330 R$ 170
Final R$ 1.980 R$ 1.320 R$ 880 R$ 330
PÚBLICO INTERNACIONAL
Partida de abertura US$ 495 US$ 330 US$ 220
Fases de grupo US$ 175 US$ 135 US$ 90
Oitavas de final US$ 220 US$ 165 US$ 110
Quartas de final US$ 330 US$ 220 US$ 165
Semifinais US$ 660 US$ 440 US$ 275
Decisão do terceiro lugar US$ 330 US$ 220 US$ 165
Final US$ 990 US$ 660 US$ 440

Quem vai pagar pra ver algum jogo da copa do mundo no Brasil é o culpado pela falta de investimento no que alguns queriam que  dinheiro realmente fosse investido? Não gente, o dinheiro pago pelo ingresso é deles, eles trabalharam e estão apenas fazendo o que gostam e isso não é de nossa conta até porque cada faz com o seu dinheiro suado o que quiser e bem entender. Isso não tem nada a ver com alienação nem dada, não vamos misturar as bolas! Agora quem proporcionou isso sabendo das mazelas que assolam o País é quem deve satisfação ao povo explicando os motivos que fizeram fazer vistas grossas aos problemas de casa antes de abrir a porta para as visitas.

 

Investimento em educação X Gastos na copa

Muito se tem discutido a respeito da falta de investimento em educação por causa da copa, mas não é isso que os dados demonstram. O custo para a realização do maior evento futebolístico do mundo aqui no Brasil ficará em torno de R$ 26 bilhões de reais. Entretanto, pasmem, só no ano passado o investimento em educação pelo governo federal foi quase o dobro do gasto previsto para a copa. Em 2013,  nas  12 cidades que sediarão jogos da Copa do Mundo de 2014 receberam R$ 49,4 bilhões em recursos federais para Educação. Ao volume de R$ 49,4 bilhões investidos pelo governo federal, em 2013, para aplicar na educação nas 12 cidades-sedes da Copa do Mundo, ainda devem somados investimentos feitos no Novo FIES e no Pronatec, que somaram, para o conjunto do país, R$ 7,3 bilhões e R$ 2,06 bilhões, respectivamente. Sem contar com o PROUNI que junto com o fies garantem a formatura em nível superior de uma pá de gente espalhada por esse Brasil varonil.

 

Mas então… Se tem tanto dinheiro sendo investido na educação, pra onde esse dinheiro vai? Ai cabe a nós cobrarmos explicações de nossos representantes. Porém, existem pesquisas que mostram que o valor investido em um aluno brasileiro é três vezes menor do que em países desenvolvidos

Nos últimos anos, cresceu o investimento público em educação. No ano 2000 o país aplicava 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) na área, índice que chegou a 5,3% em 2011. Entretanto, o valor investido por aluno anualmente ainda é muito inferior ao que é aplicado por outros países, especialmente aqueles que contam com sistemas de ensino mais consolidados. O investimento feito em um aluno norte-americano, por exemplo, é seis vezes maior do que a quantia que é aplicada na educação de um estudante brasileiro.

E onde entra a liberdade de expressão na conversa?

Até agora o que vimos foram dados e é ai que começa o problema. Dados podem ser criticados, não? Decisões de nossos representantes podem ser criticadas, não? Até porque o que foi apresentado aqui não é nem 1% das controvérsias. O fato é que da mesma forma que uns tem o direito de gostar da copa e ver isso como algo positivo, apesar de que para 9 entre 10 torcedores, Copa deixará imagem negativa, outros também têm todo direito de não gostar e de manifestarem suas opiniões contra o evento no dia do evento. Porém um projeto vem ai pra calar a boca dos manifestantes blindando o evento.

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 499/2013 tipifica como terrorismo o ato de provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa ou tentativa de ofensa à vida, à integridade física, à saúde ou à privação da liberdade de pessoa. A pena é de 15 a 30 anos de reclusão, e de 24 a 30 anos se a ação terrorista resultar em morte. Para ler na íntegra o projeto clique aqui e abra o PDF que está na página linkada.

É meus caros, cuidado ao defender sua opinião em ser contra esse evento pra você não acabar caindo no rol dos terroristas. Tá certo que baderna em lugar nenhum é bem vinda, mas e a baderna dos investimentos mal feitos, quem será responsabilizado?

 

O que poucos entendem é que as manifestações mais eficazes são feitas no silêncio, em segredo entre você e uma maquininha pequena chamada urna eletrônica. Até lá muita água correrá por esse rio chamado Brasil.

Henrique Araújo
Henrique Araújo
Sergipano; Componente do grupo de pesquisa Educação, sociedade e Direito (CAPES/CNPQ); Advogado; Eterno estudante de Direito; Coautor do livro: Ensaios de Direito Constitucional - Uma homenagem a Tobias Barreto; Fã de xadrez e ficção científica.
[fbcomments]

Deixe uma resposta