10 Técnicas de memorização das Leis, Normas e Códigos de Direito

Quem é da área do direito, sabe que a quantidade de conteúdo a ser lido e estudado, é enorme! É muita coisa para arquivar na nossa cabeça! 😯

Quem não gostaria de conseguir memorizar com mais facilidade todas as Leis? Ou como decorar mais rápido e não esquecer tudo que aprende do Direito? Infelizmente, não há nenhuma fórmula mágica para isso (#chorei)…mas existe
maneiras de facilitar e acelerar a memorização das muitas informações, atualizações e conhecimentos em Direito, aplicando técnicas adequadas de memorização. Quanto mais rápido você memorizar, mais rápido iniciará o estudo de outro assunto do Direito.

Com informações do “Como aprender a estudar”, abaixo você vai conhecer 10 técnicas de memorização básicas para memorizar mais rápido e com mais facilidade o que estuda em Direito.

10 Técnicas de memorização das Leis, Normas e Códigos de Direito

Confiram 10 dicas de como memorizar com mais facilidade as Leis, Normas e Códigos de Direito. Colocando em prática essas técnicas você evita os brancos memória e não esquece o que estuda em Direito:

1) Faça seus próprios flash cards
Faça pequenos cartões em cartolina e escreva o que deseja memorizar em forma de perguntas. Escreva de um lado a pergunta e do outro lado a resposta. Inclusive, você pode aproveitar o tempo livre em consultórios, ou num engarrafamento para revisar os cartões.

2) Desenhe mapas mentais de qualidade
Para ajudar na fixação da informação, busque transformar a informação do texto em gráficos e mapas mentais, usando bastante cores e desenhos interessantes.

3) Conheça a técnica da memória fotográfica
O que diferencia uma pessoa com habilidade de memória fotográfica de outra que é incapaz de lembrar sequer a imagem do rosto de alguém que acabou de conhecer é simplesmente o tipo de conexão “Olho-Mente” que ambas possuem. Pessoas com memória fotográfica aprenderam a fortalecer o seu dom visual a tal ponto, que são capazes de enxergar uma imagem em suas mentes quase tão bem como fariam se estivessem observando a mesma imagem com seus olhos. São capazes, por exemplo, de olhar para a imagem de um quadro e descrever com precisão todos os elementos contidos na figura, incluindo suas cores, sombras e formas.

4) Crie filmes mentais
Não tente decorar fatos históricos, visualize como se você tivesse voltado no tempo e estivesse vivenciando aquele fato histórico. Só que ao invés de visualizar o acontecimento da forma como ele realmente ocorreu, procure colocar emoção e movimento nas cenas, o cérebro que adora emoções fortes vai memorizar mais facilmente.

5) Escreva… Escreva até memorizar
Algumas pessoas memorizam melhor quando escrevem a informação. Inclusive algumas pesquisas apontaram que escrever é melhor que digitar. Portanto, escreva bastante à mão o conteúdo que você quer memorizar. Uma boa dica: você pode inclusive usar cores variadas para títulos, subtítulos e para destacar palavras. Utilize palavras-chaves.

6) Grave e ouça a informação que deseja memorizar
Para memorizar com facilidade, grave a informação em áudio, e ouça diversas vezes até que o conteúdo seja memorizado.

7) Faça a informação ser empolgante
Para memorizar um texto, procure recitá-lo com emoção, mudando o tom de voz, usando palavras engraçadas e etc. Você pode também ler sussurrando ou até mesmo gritando. Torne o texto engraçado ou aterrorizante. Seja criativo.

8) Memorize a informação cantando
Cante o texto a ser memorizado usando um ritmo de música que você gosta bastante. Retire a letra original da música, substituindo pelo texto em questão. Usando esse método, você acaba memorizando a matéria com a mesma facilidade com a qual decora a letra de suas músicas prediletas. Existem diversas paródias criadas que são bem legais e auxiliam bastante a memorização do conteúdo. Recomendo, inclusive que você confira algumas que já publicamos aqui no blog: Paródias Jurídicas

9) Memorize e ensine o que aprendeu
Ensinar aquilo que você aprendeu é uma ótima forma de fixá-lo ainda mais na memória. Se você estuda com um grupo de colegas podem combinar de cada um estudar uma parte da matéria e dar ao resto do grupo uma aula sobre a parte da matéria estudada.

10) Música e teatro
Pesquisas comprovam que música e teatro aumentam a capacidade de concentração e geram ganhos tão significativos para a memória que você tem como extrapolar a melhora para outras áreas. Quem treina para tocar um instrumento parece ficar mais habilidoso em geometria e a compreender melhor um texto. Quem faz teatro, por fim, fica com a memória mais apurada, pelo hábito de decorar textos e interpretá-los no palco, e aumenta o nível de atenção – algo fundamental para aprender qualquer coisa.

Vanessa Morais
Vanessa Morais
Especialista em Direito Civil, pós-graduada em Processo Civil pela UNESA/RJ, pós-graduanda em Direito imobiliário (EPD). Professora. Gosta de ensinar, e compartilhar conhecimento, por isso divide seu tempo entre trabalho, estudos, e as atividades aqui no Megajurídico. Empreendedora jurídica. Advogada. Mediadora certificada pela ESAJ. Membro da comissão de Mediação de conflitos OAB/RJ NI.
[fbcomments]

Deixe uma resposta