Irregularidades nas Respostas dos Recursos da 2ª Fase do X Exame da OAB.

Depois de tantas polêmicas relacionadas as provas de segunda fase do X Exame de Ordem, examinandos de penal, juntamente com alguns juristas, encaminharam à OAB uma carta aberta, pedindo a anulação da questão prática atribuindo a pontuação correspondente a todos os examinandos que fizeram a respectiva prova.

irregularidadesInconformados, muitos examinandos, apresentaram recurso administrativo contra notas da prova prático-profissional. Inclusive, muitos deles alegaram que não receberam pontuação em alguns itens, mesmo tendo respondido de forma igual a resposta exigida no gabarito.

o resultado dos recursos administrativos saiu dia 26/07/13, entretanto, as respostas da FGV não agradaram alguns examinandos que entraram com pedido de reavaliação e alguns quesitos.

De acordo com relatos de alguns examinandos, nas redes sociais, as respostas da FGV destoam dos pedidos e fundamentos dos recursos.
A FVG, em resposta dos recursos se pronunciou sobre pedidos que sequer foram formulados na interposição dos mesmos”. Muitos recursos dos examinandos em penal sequer foram lidos.

Ainda segundo alguns examinandos, as respostas aos recursos foram eletrônicas e em grande maioria foram respondidas na base do “CTRL+C CTRL+V”.

Os examinandos relataram a questão através do Facebook e twitter, onde vários examinandos, inclusive que fizeram prova em outra área, estão relatando a mesma coisa.

Alguns deles, fizeram questão de postar nas redes sociais, trechos de suas provas, juntamente com trecho do gabarito e resposta do recurso.
Vejam:

 

Recurso indeferido, apesar da resposta ser igual a do gabarito

 

Recurso indeferido, apesar da resposta ser igual a do gabarito

 

Recurso interposto para questão 2 e resposta dada foi da questão 1

Confira abaixo respostas idênticas dadas a examinandos diferentes.
Apesar de ser da questão 3, cada examinando recorreu de um item diferente, mas a FGV deu resposta idêntica a ambos. Resposta na base do CTRL+C CTRL+V:

Esta resposta foi dada a um examinando que questionou o item A da questão 3.
Já este examinando recorreu apenas do item B.

Um examinando de Administrativo também postou um trecho da sua prova da 2ª fase mostrando que sua resposta estava certa.

Imagem publicada no Blog “Assim Passei”. Confira a postagem original Aqui.

Como assim FGV??? CTRL+C CTRL+V pode???

Acho que diante disso, poderiam incluir um novo item no edital dos próximos Exames de Ordem:
“Todos as respostas deverão ser copiadas e coladas, seguindo rigorosamente os padrões de qualidade FGV, para que seja atribuída pontuação integral.”

Desse jeito, o Exame de Ordem só vem perdendo credibilidade.
A FGV então…humm…acho que já perdeu!

Isso aconteceu com você? Aconteceu com alguém que você conheça? Compartilha aqui com a gente!

5 COMENTÁRIOS

  1. Comigo ocorreu a mesma coisa, na questão 3 eu teria que receber nota parcial, de acordo com o próprio espelho individual. Recorri e recebi essas mesmas respostas Ctrl C Ctrl V…. É uma palhaçada isso!! O que podemos fazer contra essa atitude totalmente anti- ética e anti – profissional da FGV??

    • podemos desistir, e parar de alimentar os cofres e bolsos podres dessa gente poderosa, insensata e antijurídica, que não refrear a própria ganancia…devemos voltar ao mercado quando políticos honesto resolverem atender o povo que os elegeu e acabar com esse famigerado e inútil exame de ordem…cuja finalidade foi desvirtuada e nem tem cabimento, pois maior bem jurídico é a vida e nem assim os formandos de medicina fazem exame de autorização para trabalharem na área médica…

  2. a força do capital venceu, a justiça perdeu, perdeu a sociedade brasileira que fica desmoralizada diante dessa farsa chamada exame de ORDEM, que implantado sob o falso pretexto avaliar a capacidade técnica de quem já levou cinco anos sendo avaliado, na forma da LDB da educação e da Constituição Brasileira, hoje desobedecida de forma acintosa por norma jurídica inferior, estabelecida no puro afã de auferir vantagens econômicas e engordar os cofres de quem teve o privilégio de chegar lá sem passar pelo descalabro ético e moral de uma ordem falsa e desleal, mesmo diante da inércia de uma classe combalida, roubada e explorada como nós examinandos omissos e vitimas recorrentes de uma injustiça conveniente ao poder, nós bacharéis em Direito, que passivos, submisso e sem dignidade (veja-se o exemplo dos médicos e estudantes)permaneceremos alimentado hospedeiros desses parasitas tidos como oab, sim vale o que está escrito, oab, e não OAB, maiúsculas, posto que não agem como grandes, e a fgv, idem, que serve de instrumento desavaliador de conhecimentos, posto que também mostram não terem, a julgar pelas capacidade técnica demonstrada, e seguem como chupa cabras perversos grudados na jugular do inerte, passivo e submisso cidadão bacharel de direito (sim, direito, posto que agimos como pequenos) que imolado decepciona e contraria a expectativa da sociedade que espera que além de prontos para defende-la em seus direitos saibam também defender os seus próprios…NÃO SOUBEMOS AINDA MOSTRAR ISSO, com a força das ruas e os movimentos populares…VAMOS EM FRENTE, SEMPRE COMBATENDO EM PROL DOS NOSSOS DIREITOS, DA MORAL, DA ÉTICA E DA JUSTIÇA, que deveria ser cega, mas enxerga muito bem a direção mais conveniente…pra uns…!!! abraços colegas reprovados, como eu…e não gaste mais o seu soado dinheirinho com esse teatro chamado EXAME DE ordem, ou de desordem…boa sorte pra nós e que o diabo carregue esses malditos insanos, hipócrita e insensatos da fgv e da oab.

  3. Triste o objetivo da Corporação de Direito Público, OAB, que se nomina capaz de exercer e decidir depois de um vestibular e cinco anos ou melhor 60 meses de estudos, incluo aí os recessos, o cidadão devidamente graduado, se poderá ou não exercer suas funções advocatícias. Mas uma prova “sacana” fora aplicada e agora vem os paladinos da moralidade dizer que essa proeza não serve apenas para arrecada dinheiro, o Governo Federal inerte, o Legislativo inquieto e o Judiciário gabaritando essa anomalia. Se querem dinheiro cobrem 200 reais na primeira carteira e depois a anuidade de um salário mínimo, abarrotarão os cofres, mais deixem quem conquistou conhecimento para poder exercer suas funções. Ninguém contrata serviço ruim, só se estabelece no mercado quem tem competência, parafraseando algum dito popular.

  4. Algm tem ciência de algum examinando que conseguiu êxito no pedido de reexame encaminhado a ouvidoria do Conselho Federal no X exame?????

Deixe uma resposta