Adicional de periculosidade por trabalhar com computador com vírus

Reclamante pediu adicional de periculosidade por trabalhar com computador infectado com vírus.

Um ex-funcionário da Arapuã ajuizou uma reclamação trabalhista no Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais(TRT-MG).

trabalhar com computadorEm processo trabalhista, o reclamante requereu o pagamento de adicional de periculosidade, pois laborava na empresa transportando computadores que continham vírus. Ele alegou que corria risco de infecção em decorrência do contato com os vírus existentes nos computadores.

A ação foi julgada improcedente.
Um dos fundamentos da sentença destaca que “é inacreditável que alguém possa pretender receber adicional de periculosidade porque trabalha com computadores que contêm vírus”.

 

 

Processo nº 00950/95 – 14ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte/MG

Redação
Redação

Perfil editorial do MegaJurídico, criador e editor de conteúdo.


Comentar via Facebook

Deixe um comentário