A poesia jurídica de hoje se transforma em letra de música para intensificar (ainda mais) a prevenção e o combate à corrupção em nosso país.

musica juridica

Atualidade

Não é de hoje que a corrupção existe e se prolifera em atos contínuos. Também, não é de hoje que a indignação popular exclama por novos rumos de cidadania e democracia.

Contudo, atualmente, o grito da sociedade encontra-se cada vez mais contundente em relação aos casos recentes de corrupção e má administração dos recursos públicos. Casos escandalosos, que se tornaram públicos e polêmicos, como o Mensalão e subornos em licitações públicas.

Então, a partir deste cenário político deprimente em que vivemos, a presente música “Corrupção não é uma palavra que se canta numa canção” nasce com o intuito de oferecer um protesto otimista para a conscientização e reflexão das pessoas.

http://www.youtube.com/watch?v=6POdBX2aRHI

Assim, em sintonia com o título da música, vale mencionar que: Honestidade sim, esta é uma palavra que merece muitas canções! Porém, nesta obra musical, abre-se uma exceção (necessária) para colocar a corrupção no seu devido lugar: bem longe das atitudes humanas.

Com outras palavras, essa música jurídica exalta o interesse público, a solidariedade, a justiça e o bem-estar social. E em contrapartida, exige-se mudanças, como as devidas punições aos corruptos, e a fiscalização popular sobre a Administração Pública.

Letra da música jurídica

 

Amanheça os segredos…

Anoiteça os seus medos…

Está na hora de reagir…

 

Prevaleça o interesse público

sobre o privado.

Adormeça o pecado

de só pensar em si.

Corrupção não vale um centavo

perto do dever de punir.

Punir

quem merece ser punido – bandido.

Cumprir

o resultado devido – presídio.

Cair

pelo mal cometido – eu acredito…

…que tudo pode mudar!

 

Em vez de solidão,

Em vez de 1 cidadão,

toda coletividade

 

vivendo em igualdade

de condições,

nossos direitos serão

as soluções.

 

Prevaleça o interesse público

sobre o privado.

Adormeça o pecado

de só pensar em si.

Corrupção não vale um centavo

perto do dever de punir.

Punir

quem merece ser punido – bandido.

Cumprir

o resultado devido – presídio.

Cair

pelo mal cometido – eu acredito…

…que tudo pode mudar!

 

Punir

quem merece ser punido – bandido.

Cumprir

o resultado devido – presídio.

Cair

pelo mal cometido – eu acredito…

…que tudo pode mudar!

…que tudo pode mudar!

Pra amanhecer os segredos…

…que tudo pode mudar!

Pra anoitecer os seus medos…

…que tudo pode mudar!

Nós não vamos desistir!

Pra tudo poder mudar.

Deixe uma resposta