quinta-feira, 23/maio/2024
Poesia jurídicaDireito de dever atenção ao Respeito

Direito de dever atenção ao Respeito

respeitoO verbo respeitar merece ser mais conjugado e praticado.

Inúmeras ações judiciais são frutos de um desrespeito. Desrespeito às leis, aos princípios, à moral, à pessoa, etc.

A poesia jurídica de hoje não só fala sobre o respeito, mas exige mais respeito!

Mais respeito, por favor.

 

 

 

Poerídica: Direito de dever atenção ao Respeito

 

Respeito

não tem um determinado conceito,

então,

não se admite pré-conceito,

muito menos preconceito.

Cada um tem seu jeito.

Cada um tem seu defeito.

Mas todos têm direito

de dever atenção

ao Respeito.

 

As pessoas falam, falam e falam…

Mas a opinião alheia

não fala mais alto

que a intimidade.

Antes de garantir

a liberdade de expressão

a Constituição respeitou

os direitos da personalidade.

 

Quem dá Respeito,

dá uma parte de si

solidária e generosa,

é um ato de altruísmo.

E a gente recebe o que dá

reconhecendo em si

uma alma respeitosa

sem viver o egoísmo.

 

As pessoas falam, falam e falam…

e elas podem estar no seu direito

de se manifestarem…

Mas ninguém é perfeito.

Quem é capaz de julgar?

Acima desse direito

Prevalece o respeito.

Escritor, poeta e advogado.

Receba artigos e notícias do Megajurídico no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/megajuridico.
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Mais do(a) autor(a)

spot_img

Seja colunista

Faça parte do time seleto de especialistas que escrevem sobre o direito no Megajuridico®.

spot_img

Últimas

- Publicidade -