Estudante de direito protesta tirando as calças na sala de aula

Um estudante de Direito do Cesmac protagonizou uma cena inusitada durante uma aula.
No vídeo, o aluno, identificado como Benjamim, tira as calças na frente do professor e dos colegas, ficando de bermuda. Ele cometera a ação em protesto contra a regra determinada pelo professor, da disciplina Direito Penal I, que proíbe o acesso à sala de bermuda.

Segundo informações de estudantes, Benjamim estaria indo de bermuda às aulas porque se encontrava com o pé machucado. Quando melhorou, continuou sem usar calças compridas. O professor, por sua vez, teria lhe dado um ultimato, ou seja, na próxima aula, ele deveria retornar à sua aula de calças ou não teria acesso à sala.

O estudante obedeceu à ordem e foi de calça à aula, entregando ao professor um papel que continha um artigo da Constituição Federal de 1988. Enquanto o professor lia o artigo, o universitário abria o zíper e baixava as calças, ficando de bermuda. Na ocasião, ele alegou que estaria com calor e iria fazer um abaixo-assinado para a saída do professor da instituição.

 
Veja o vídeo:

 

 

cesmacnotaoficial

 

Em nota, divulgada pelas das redes sociais, o coordenador do curso de Direito do Cesmac, Fernando Amorim, classificou como “desrespeitosa” a maneira como o aluno tratou o professor ao informar que a coordenação tomou, como providências, a suspensão preventiva de Benjamim das aulas.

 

Além disso, a coordenação, de acordo com a nota, também decidiu publicar portaria de abertura de Processo Administrativo Disciplinar, formando uma comissão, a ser composta por três professores, para “avaliar o episódio de maneira minudente e rigorosa”, assegurando ao estudante “o direito de defesa” e “aplicando o Regimento Geral da Instituição”.

 

 

 

 

Fonte: gazetaweb.com
Qual sua opinião? Você acha que o estudante agiu corretamente? Opine, comente! Você pode comentar através do perfil do facebook.

Redação
Redação
Perfil editorial do Megajurídico, criador e editor de conteúdo.
[fbcomments]

Deixe uma resposta