Em reunião realizada no ultimo dia 05/08, no Conselho Federal da OAB, em Brasilia, o presidente da Coordenador Nacional do Exame de Ordem, Leonardo Avelino, admitiu graves falhas no X Exame da OAB.

Leonardo Avelino, Presidente da Coordenação Nacional do Exame de Ordem, admitiu que tais erros se justificam em virtude do pouco tempo de que dispõe a Comissão para a elaboração de todas as etapas do Exame de Ordem.
coordenadorexamedeordemDisse ainda que há erros nas correções das provas e também na correção dos recursos devido ao volume de correções a serem feitas e o número reduzido de professores disponíveis para realizar tal correção;que todas as matérias estão reclamando de erros existentes em suas provas; que não há condições para uma correção justa com três provas anuais, quem fosse o caso de diminuir o número de provas.
Segundo ele informou que ainda há a possibilidade de recurso através da Ouvidoria da FGV, porém, apenas, das questões que versem sobre erros matérias.

A reunião foi transmitida ao Vivo pela TV OAB. Confira a seguir os videos.

A pergunta que não quer calar: Quer dizer que os examinandos devem recorrer na ouvidoria da FGV sobre os erros na cometidos nas correção dos recursos, que por sua vez, foram corrigidos pela própria FGV?
Este é o senso de justiça do Presidente da Coordenação Nacional do Exame de Ordem? Se a banca não teve a humildade em reconhecer seu erro e corrigi-lo através dos recursos administrativos, acha que farão agora?
Para os injustiçados, a melhor via é a do Poder Judiciário! #vaichoverms

Oratória do Dr. Cezar Roberto Bitencourt na sessão plenária do CFOAB:

No dia 05/08 ocorreu a reunião do Pleno do Conselho Federal da Ordem do Advogados do Brasil e foi abordada a polêmica questão dos erros graves cometidos no X EXAME DE ORDEM.

O Dr. Cezar Roberto Bitencourt, defendeu brilhantemente a anulação das questões de Direito Penal por uma questão de honradez e legalidade.

Houve clamores por parte dos Conselheiros para que fossem reavaliados os pleitos dos examinandos e que a FGV tivesse a humildade de reconhecer seus erros e corrigi-los.

Apesar da maioria dos Conselheiros terem concordado que houveram problemas nas provas de 2ª fase deste X Exame de Ordem, o presidente do CFOAB decidiu manter o gabarito da 2ª fase de penal, alegando que o Conselho Federal não tem competência para anular decisões da banca examinadora relacionadas a correção de prova.
O Dr. Marcus Vinicius Coelho, presidente do Conselho Federal da OAB, não admitiu colocar em julgamento o pleito dos examinandos.

Se quiser, confira mais videos da reunião:
http://www.youtube.com/watch?v=p-Yy23KHa1k
http://www.youtube.com/watch?v=gY_zw8t4iks
http://www.youtube.com/watch?v=VB1PKtrMBZI

 

OAB estuda reduzir o número de Exames de Ordem por ano:

Na reunião, temas como a repescagem da primeira fase e alterações na Comissão do Exame também surgiram, porém nada ficou definido.
Leonardo Avelino, afirmou que intenciona diminuir para dois exames a cada ano. Em entrevista ao portal UOL Educação, ele disse que:
A redução [do número de provas] se faz necessária para que haja mais tempo de correção. É uma medida de segurança para aprimorar a prova e melhorar a logística. Com dois exames, daria tempo de preparar melhor as questões, de fazer outras revisões. Hoje o calendário é muito apertado“.

A mudança ainda precisa ser apresentada formalmente para o Conselho de Presidentes da OAB e para o Conselho Federal. Para alterar as datas, será necessário ainda modificar o provimento em vigor – texto que determina a realização de três provas por ano.

Se quiser entender todas as polêmicas relacionadas ao X Exame de Ordem, leia:

Deixe uma resposta