Bacharel em direito ameaçou explodir bomba em prova da OAB na BA

homem-bomba-prova-oab
Ontem (24/7) foi aplicada a prova da 1ª fase do Exame da OAB em todo o País. Entretanto, uma ameaça de bomba suspendeu prova da OAB e causou pânico em Salvador.
Um homem ameaçou explodir uma bomba na Unijorge, em Salvador, onde seria realizada a prova da OAB.

Entenda o caso:

unijorge-2Ameaça de bomba
Uma ameaça de bomba interrompeu e suspendeu a prova da OAB na Unijorge, que fica na Avenida Paralela, em Salvador, por volta das 12h40 deste domingo. De acordo com a assessoria da instituição, um homem ameaçou explodir o local. A situação causou pânico e correria. O grupo antibomba da Polícia Federal chegou a ser acionado e esteve no local.
A prova do exame da ordem em Salvador foi cancelada. A polícia informou que não houve feridos.

 

Pânico e confusão:
Segundo relatos de candidatos para o site Mídia Bahia[1], o homem-bomba chegou na sala 711, abriu a camisa e ameaçou os estudantes.

“Disseram que ele entrou na sala, e disse que faz a prova há 11 anos e nunca passou. Ele abriu a camisa e está cheio de armas”, afirmou uma das estudantes.

Confiram abaixo um vídeo mostrando a fuga de candidatos do local:

O agente penitenciário Jorge Magno relatou que chegou a conversar com suspeito. “Ele estava em uma sala do lado da minha, fui lá e tentei conversar com ele, disse ‘rapaz, vamos conversar’, e ele disse: ‘você tem 12 minutos para deixar o prédio’. Não vi bomba, mas ele estava com duas sacolas e quando eu tentava me aproximar, ele colocava a mão na sacola, então preferi sair”, disse o candidato.

“Homem-bomba” identificado:

homem_bomba_02O “Homem-bomba” foi identificado como Frank Oliveira da Costa.

Policiais Especiais (BOPE), Paulo Coutinho, informou que o motivo da ameaça seria o fato de o homem não ter passado no exame anteriormente e estar frustrado.

Segundo informações[2], Frank Oliveira da Costa, já fez a prova da OAB em várias oportunidades e não logrou sucesso. Curiosamente, ele foi aluno da própria Unijorge.
O coronel do BOPE afirmou que o rapaz aparentava ter problemas mentais e já tem um processo contra a OAB, mas não sabemos ainda que tipo de ação era e qual seu pedido.

 

A Rendição:
A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão e com a chegada do advogado Marcos Melo, que foi contratado pela família do suspeito. De acordo com a SSP-BA, o suspeito ficou isolado em uma sala até a rendição.

IMG_5901

De acordo com a SSP-BA, não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com o rapaz.

IMG_5902
As duas sacolas que estariam com as supostas bombas tinham apenas roupas, segundo o coronel do Bope.
A SSP-BA ainda informou que o homem passou por atendimento médico e depois foi encaminhado ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

 

 

O Dr. Durval Neto, juiz federal chamado para negociar com o “homem-bomba” que criou a confusão na Unijorge, em Salvador, ocasionando a suspensão da prova na localidade, publicou um texto em seu facebook explicando em detalhes o que aconteceu no local,e dando um bom indício sobre a personalidade de Frank Oliveira da Costa, o bacharel responsável pelo incidente.

Confiram o depoimento:

Sobre o “homem-bomba” no exame de ordem de hoje na Unijorge, alguns esclarecimentos que podem ajudar a compreender que se trata de um rapaz muito doente.

Há cerca de duas semanas, eu estava no plantão judicial e esse cidadão esteve no prédio dos Juizados Federais, insistindo em falar com o juiz. Como já eram mais de 19h e ele se mostrava visivelmente agressivo, a segurança me contactou sobre como proceder. Como é de praxe no plantão, solicitei ao diretor de secretaria que descesse para verificar qual seria o pleito de urgência e desse recibo no pedido. Porém o rapaz não falava coisa com coisa, gritava muito, negou-se a entregar sua petição ao diretor e queria a todo custo falar pessoalmente comigo, tendo a segurança barrado o acesso. Liguei então para a portaria e pedi para garantirem a ele que eu iria ler o pedido e que se fosse realmente urgente, despacharia imediatamente no plantão. Quando recebi o expediente dele, vi um texto totalmente desconexo, questionando o exame de ordem e outros pontos que não consegui compreender, mas sem qualquer urgência, até porque o exame ainda seria dali a duas semanas. Diante disso, encaminhei à livre distribuição. Eu soube que o pedido dele está tramitando normalmente.

Eis que, na tarde de hoje, recebo um telefonema de um amigo ligado à polícia e que estava acompanhando uma situação de um rapaz que se dizia estar portando explosivos na prova da OAB e exigia a presença de um juiz federal para se entregar. No mesmo momento, ligou-me o diretor de secretaria, dizendo que se tratava exatamente da mesma pessoa que dias antes havia entrado com o pedido no plantão contra a OAB.

Preocupado com a situação, já que o garoto ameaçava detonar o explosivo e a polícia especializada estava no local pronta para agir, podendo haver uma morte totalmente desnecessária, aceitei o pedido e a polícia veio me buscar para participar das negociações.

Chegando ao local, fui levado a uma sala onde o coronel Coutinho, comandante do BOPE, explicou-me que o jovem disse que somente se entregaria se um juiz federal assinasse uma “sentença” que ele havia elaborado, para com isso “provar” estar ele apto a exercer a advocacia. Me foi então apresentado um papel escrito pelo rapaz, de caneta, no qual ele colocou um espaço para assinatura com a indicação “juiz federal”. Eu assinei e entreguei minha carteira funcional ao policial, para que o rapaz visse que era um juiz federal realmente ali. Então, o rapaz disse que inclusive tinha sido meu aluno e se entregou logo em seguida.

A polícia fez todo o procedimento técnico para averiguar se na mochila havia algum artefato e o resultado felizmente foi negativo.

Quero aqui registrar o meu testemunho de que a todo momento a PM da Bahia (BOPE) mostrou-se profissional e solidária com a preservação da vida humana. Mesmo havendo atiradores de elite postados no local, buscou-se a todo momento negociar com o suspeito e a minha presença lá se deu com esse intento. Felizmente a vida do rapaz foi preservada nessa confusão que ele causou.

Quero dizer também que fiquei bastante deprimido com o que vi. Um rapaz novo, mal vestido, abatido e que precisa de cuidados psiquiátricos. Na sua mochila nada havia além de pano velho, frutas (duas bananas nanicas) e balas de gengibre. Mas ele realmente portava um cinturão verde com alças, dando a impressão de conter bombas. Daí o pânico que gerou.

OAB definirá nesta semana nova data para a prova em Salvador. Data da 2ª fase pode ser alterada:
Segundo Luiz Viana, presidente da OAB-BA, uma nova data será marcada para a realização do exame em Salvador.
“A prova está suspensa em Salvador. Vai ser marcada uma nova data garantindo a todos a fazer uma nova prova com tranquilidade. O mais importante é que estão todos do lado de fora e ninguém ficou ferido. A nova data vai ser publicada no site da OAB nacional e no regional”, disse.

Ontem a OAB publicou uma nota[3] informando que decidirá a questão ainda nesta semana, até porque o tempo é bem curto e decisões precisam ser tomadas:

Brasília – A OAB Nacional, por meio da Coordenação Nacional do Exame de Ordem e a Fundação Getulio Vargas, divulgarão ao longo da próxima semana, a nova data para a realização do XX Exame de Ordem Unificado, para os candidatos inscritos na cidade de Salvador/BA.

A prova que seria aplicada neste domingo (24) foi interrompida, após um candidato ameaçar explodir uma bomba no local do Exame.

“A OAB repudia atos e ameaças de violência e cobra o combate duro contra essas práticas, dentro do que a lei permite e respeitando o Estado Democrático de Direito. Fico aliviado ao saber que o caso foi encerrado sem vítimas nem feridos”, afirmou o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia.

 


Com informações do G1 e Blog Portal Exame de Ordem.

[1] http://midiabahia.com.br/cidades/2016/07/24/videos-mostra-correria-na-unijorge-com-ameaca-de-homem-bomba/

[2] http://g1.globo.com/bahia/noticia/2016/07/homem-que-ameacou-explodir-bomba-em-prova-da-oab-se-entrega.html

[3] http://www.oab.org.br/noticia/51972/oab-divulgara-nova-data-para-o-exame-de-ordem-em-salvador

Redação
Redação
Perfil editorial do Megajurídico, criador e editor de conteúdo.
[fbcomments]

Deixe uma resposta