segunda-feira, 22/julho/2024
NotíciasAdvogada que virou viral discute com a mãe e comete suicídio

Advogada que virou viral discute com a mãe e comete suicídio

Advogada que virou viral discute com a mãe e comete suicídio.
Advogada ficou conhecida há dois anos com gravação na internet em que dizia “me filma, me edita”.

Um crime, quebrou a tranquilidade da Rua Pio Corrêa, uma via sem saída do Jardim Botânico.
A Polícia Civil do Rio investiga a morte da advogada que caiu do sétimo andar de um prédio, no Rio de Janeiro, na noite do dia 27(sexta). Os investigadores suspeitam que, antes de ter se jogado, a mulher tenha esfaqueado a própria mãe durante uma briga. O caso inicialmente foi registrado como suicídio na 14ª DP (Leblon).

Segundo a Polícia Civil, a advogada Liliane Góes de Andrade, de 40 anos, teria ferido com golpes de faca a mãe, a psicóloga Norma Tereza Góes de Andrade, de 73. A briga ocorreu no apartamento da vítima, na Rua Pio Correia, no Jardim Botânico, bairro nobre da zona sul carioca, por volta das 22h30. Após a discussão, a advogada, Liliane subiu em direção à cobertura e teria se jogado. A mulher caiu no jardim de um edifício vizinho e morreu na hora.

Vizinhos se assustaram ao ouvir a idosa gritar “ela vai me matar” e “chama a polícia”. Após arrombarem a porta do apartamento, eles encontraram Norma caída no chão, com a cabeça ensanguentada e com vários cortes. A mulher foi socorrida por um vizinho que é médico, e levada ao Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon. Após ter a situação estabilizada, ela foi transferida para o Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, que é particular.

“— Vi algo caindo, mas achei que era um reboco ou algo parecido, não imaginava que era uma pessoa. Ela caiu sobre a cobertura de acrílico de uma área do apartamento que fica no primeiro andar” — conta um vizinho.

advogada que virou viral
Imagem: Gustavo Stephan(Oglobo) e reprodução internet.
Investigadores da 14ª DP aguardam a idosa ter alta para tomarem seu depoimento. Eles também vão solicitar as imagens do circuito de segurança do prédio para elucidar o episódio.

Liliane morava em Ipanema e era bastante conhecida na vizinhança por seu comportamento instável. Segundo Raimundo Nonato Silva, porteiro do prédio em frente ao que a advogada morava, disse que ela era bastante agressiva e não era raro vê-la em alguma confusão.

Em 2011, Liliane ficou conhecida na internet após dar uma entrevistada a uma emissora de TV, dentro de uma delegacia, com sinais de embriaguez. O vídeo da reportagem de TV foi publicado na rede. Ela havia sido detida com um estilete e chegou a agredir um policial na delegacia. A entrevista, com frases do tipo “Me filma, me edita” e “Sou original de fábrica. Estou horrorosa”, se tornaram virais.

Video com a advogada que virou viral em 2011, matéria veiculada no Balanço Geral:
http://bit.ly/19frm66

Fonte: Estadão, Oglobo

Perfil editorial do Megajurídico, criador e editor de conteúdo.

Receba artigos e notícias do Megajurídico no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/megajuridico.
spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais do(a) autor(a)

Most Read

Seja colunista

Faça parte do time seleto de especialistas que escrevem sobre o direito no Megajuridico®.

Últimas

- Publicidade -