Eu defendo que todo advogado se veja como um empreendedor: afinal, é dono do seu próprio negócio (escritório), tem uma marca (geralmente seu nome), tem clientes e quer aumentar seus rendimentos.

É lógico que ele seja visto como um empresário, além de advogado, certo?

E à frente de todas as empresas deve estar a pessoa que quer que ela cresça, que busca captar mais clientes e expandir sua atuação no mercado.

Mas como fazer isso na advocacia? Mais importante ainda, como fazer isso de acordo com o Código de Ética da OAB?

Marketing para advogados

Vamos deixar claro o que é permitido e não permitido pela Ordem, segundo o artigo 28 do seu Código de Ética:

“O advogado pode anunciar os seus serviços profissionais, individual ou coletivamente, com discrição e moderação, para finalidade exclusivamente informativa, vedada a divulgação em conjunto com outra atividade”.

Não é permitido

  1. Distribuir folhetos e panfletos
  2. Usar telemarketing para prospectar clientes
  3. Veicular anúncios em televisão ou rádio
  4. Publicar propagandas na internet com valores de honorários
  5. Fazer ofertas diretas com CTA do tipo “ligue agora”

É permitido

  1. Participar de entrevistas e debates, dar palestras em eventos, e divulgar essas ações
  2. Participar de programas de televisão, rádio, podcasts com conhecimento informativo sobre casos específicos
  3. Ter logotipo do escritório
  4. Ter site, blog, páginas e/ou perfis em redes sociais
  5. Oferecer consultas pagas via telefone

Tipos de estratégia para captar clientes

Há dois tipos possíveis de estratégias de marketing para advogados: de curto e longo prazo. A escolha de uma delas – ou de um combo – vai depender dos recursos financeiros disponíveis e dos objetivos a serem alcançados.

Recomendo que você trabalhe com um profissional de marketing e comunicação para desenhar um caminho que faça sentido para seu escritório e dê um bom retorno ao seu investimento.

Mas de qualquer forma, para que você entenda o básico, veja abaixo.

Estratégia a curto prazo

Esta modalidade é baseada em anúncios, geralmente via Google Ads, ou seja: tráfego pago. Você vai pagar para que os clientes cheguem até seu site. É possível montar campanhas com segmentação de público e observar as métricas de desempenho das mesmas, e fazer ajustes necessários.

O Google Ads funciona via leilão, então é importante saber operar a ferramenta para ter os melhores resultados. De qualquer forma, é a maneira mais rápida de se posicionar no topo do Google, principalmente para buscas extremamente específicas, como “advogado trabalhista”.

Um usuário buscando por “advogado trabalhista” já está no fundo do funil de vendas, provavelmente buscando contratação, ao contrário de uma pessoa buscando “reforma tributária brasileira”, que provavelmente está buscando informar-se sobre o assunto.

Estratégia a longo prazo

Se além de captar clientes você também quer construir sua autoridade sobre sua área de atuação e ser referência no mercado, a estratégia de longo prazo, via marketing de conteúdo otimizado para SEO é o melhor caminho.

Pode parecer um absurdo logo de cara a ideia de fornecer conteúdo que resolva questões jurídicas simples para as pessoas, ou ainda sanar dúvidas de um potencial cliente sem custo algum, e ainda tendo o trabalho de escrever um post para o blog.

Mas o resultado disso é inegável.

A Ingrácio Advocacia é um exemplo perfeito disso. Atualmente o escritório acumula mais de cinco milhões de visualizações no YouTube e tem mais de 120 potenciais clientes por dia em contato via site, o que resulta em mais de 100 consultas pagas por mês.

“A gente escreve no Ingrácio todas as informações que a pessoa precisa para se aposentar sozinha, caso ela possa e não precise de nenhum processo judicial. Sem medo de ‘entregar o ouro’. E esse foi o grande diferencial que fez a gente ir ganhando posição (no Google): nosso conteúdo foi ficando mais atrativo, a gente hoje está na segunda e terceira posições do Google buscando ‘aposentadoria”, conta Rafael Beltrão, sócio do escritório.

Imagine aparecer como resultado orgânico entre as cinco primeiras posições do Google com algo tão amplo como “aposentadoria”?

É o sonho de todo escritório, pois além de estar em grande visibilidade, comprova a competência e a reputação dos profissionais.

O marketing de conteúdo é, então, uma grande aposta para aqueles que não têm tanta pressa: capta clientes e constrói autoridade.

Orientação especializada para mais resultados

Se isso tudo parece um pouco demais para você assumir, é interessante contratar uma agência especializada no serviço, que possa orientar você para atingir todos os seus objetivos.

Na 3MIND desenvolvemos uma metodologia de marketing jurídico com objetivo de ranqueamento na primeira página do Google depois de acertar e errar muitas vezes. Foram diversas estratégias de marketing digital implantadas em mais de 150 escritórios de advocacia em todo o Brasil, para finalmente chegar num modelo ideal.

Hoje, compartilhamos conteúdo de qualidade no nosso blog sobre o tema, temos um canal no YouTube com aulas e um podcast semanal discutindo assuntos relevantes para os advogados, para que você possa se atualizar e lançar sua estratégia de marketing jurídico.

Além disso, temos um curso gratuito para você saber mais sobre marketing jurídico e como ele pode alavancar os negócios do seu escritório de advocacia. E, claro, estamos à disposição para te ajudar!

Especialista em marketing com ênfase no universo Jurídico. Criador e mentor de novos negócios (startups), e expert em Inteligência analítica e Big Data (PUC-PR). Minha paixão - transformar números, dados e intuições em estratégias eficientes.

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta